Fatores de crescimento

Fatores de crescimento

Fatores de crescimento são substâncias produzidas pelo nosso organismo e que ajudam a regular o funcionamento interno de células, podendo mediar mudanças no funcionamento de estruturas do corpo. Muitos fatores de crescimento já foram descritos e provavelmente outros ainda serão descobertos à medida que a ciência avança. Porém, mais do que descobrir novos fatores de crescimento, creio que a questão mais importante, relacionada a estes compostos químicos, seja a de descobrir suas múltiplas funções em nosso corpo. Os estudos são muitos e cada vez mais esclarecedores. Quando relacionados às questões cutâneas, os fatores de crescimento parecem ter um papel importante na regeneração da pele, incluindo nas cicatrizações de lesões e feridas assim como no controle do processo do envelhecimento cutâneo. Neste último caso, o do envelhecimento, agem melhorando a atividade da pele e promovendo a redução da flacidez, das rugas, melhor hidratação da pele e, consequentemente, o aspecto mais jovial. Além de atuarem na pele, os fatores de crescimento agem de forma bastante interessante nos folículos pilosos. Estimulam o trabalho das células nas raízes dos cabelos e, por isto, passam a ser uma excelente opção no tratamento das quedas capilares e de problemas com a qualidade dos cabelos. Seu mecanismo de ação principal, nestes casos, é o de estimular as células responsáveis pelo crescimento capilar a trabalharem por mais tempo, discretamente mais rápido e com produção de proteínas de melhor qualidade no interior do fio, permitindo fibras capilares mais fortes, resistentes e até mesmo mais espessas. Apesar de todos estes benefícios, não devemos acreditar que os fatores de crescimento são a melhor opção no tratamento das calvícies e de cabelos frágeis. Devemos entedê-los como excelentes opções adjuvantes aos tratamentos já consagrados, uma vez que, em conjunto com estes tratamentos, os fatores de crescimento parecem ter um posicionamento mais interessante, acelerando a recuperação dos pacientes que começam a utilizá-los. Atualmente a maneira mais adequada de uso destes ativos se dá na forma de loções que devem ser aplicadas 1 a 2 vezes ao dia no couro cabeludo, nas áreas onde o problema se manifesta. Os resultados, como em qualquer caso de tratamentos capilares, costumam a aparecer de 4 a 6 meses depois de iniciado o uso. Como estão disponíveis apenas para formulações manipuladas, produtos com fatores de crescimento são normalmente vinculados a prescrições médicas. Como são vários os fatores de crescimento disponíveis, assim como suas dosagens, caberá ao médico definir quais os mais adequados para cada tipo de caso já que alguns são melhores para a queda enquanto outros promovem melhor resultado na recuperação da qualidade dos cabelos. Como são utilizados em baixas concentrações, são naturalmente produzidos pelo nosso próprio corpo e prescritos apenas para uso localizado nas áreas acometidas, os fatores de crescimento não estão relacionados a efeitos colaterais e reações adversas. Se muitos esperavam uma boa notícia para se somar ao arsenal de cuidados com os cabelos, creio que a chegada ao mercado dos fatores de crescimento pode ser mais uma opção para resultados mais rápidos e consistentes.



seja sócio do clube dos carecas

Adquira o kit clube dos carecas.

Garanta já seu kit